A música mais assustadora de todos os tempos?

Qual o som ou música mais assustadora? Resposta no final desse post.

Como eu disse no post anterior hoje falarei sobre como a música afeta seu principal instinto de sobrevivência, o medo.

O medo, apesar do que dizem, é bem útil, o medo é o que te diz que não é uma boa idéia fazer determinados tipos de coisas

O Medo diz:"Não me importa que faz 20 anos que você não faz sexo. Isso não é uma boa idéia".

Mas como a música interage com essa tão importante sensação? Como nosso corpo reconhece um “som de medo”? Vamos usar o seguinte exemplo;

Imagine que você avista um amigo a distância e grita pra chamar a atenção dele.

Agora imagine que você avista esse mesmo amigo a distância só que dessa vez ele está prestes a ser atacado por um dinossauro e você grita pra chamar a atenção dele.

Apesar do som ser o mesmo (você gritando para chamar seu amigo)  a forma como você o faz, ou o timbre, e a incrivel capacidade humana de reconhecer sons importantes, bastam para o indíviduo entender que está em perigo. Algo semelhante é quando você está andado  e de repente ouve seu nome, seu corpo reage imediatamente pois ele reconhece esse som de uma maneira física, instintiva.

E é por isso que filmes de terror conseguem te assustar, não é só a história, a atmosfera, os zumbis, sangue e os fantasmas de crianças jogadas em poços. É a música, é o som. Quer fazer um teste? Veja os seguintes videos.

Percebe a diferença?

Cientistas acreditam que determinados tipos de sons, como os gritantes violinos de Psycho (1960) na cena do chuveiro, ou a famossísima música de Tubarão (1975) ou outros efeitos sonoros geralmente associados com filmes de terror como intrumentais fortes, desarmoniosos e inesperados se assemelham a gritos de animais assustados.

Cavalo gritando na sua janela = música de terror.

Como eu disse, existem sons que estão muito ligados ao nosso instinto de sobrevivência, sons que associamos com perigo ou sensações ruins. Gritos de medo produzidos pela maioria dos animais são muito similares aos que ouvimos nos filmes de terror, são os “sons discordantes”. Se você ouve esse tipo de som você instintivamente vai ficar atento, e, se você leu o que eu escrevi sobre o medo, vai evitar a todo custo se aproximar de lá.

ou não

Diretores de fimes sabem disso e se aproveitam desse sentimento humano, com acordes crescentes e aquele sentimento de ansiedade que vai aumentando e de repente ATRÁS DE VOCÊ! Seguido por um grito (geralmente da personagem feminina).

Mas quer saber qual é a música (ou som) mais assustador de todos?  Um dos sons mais temidos de todos? Esse, que consegue deixar qualquer ser vivo, seja ele humano, animal ou político, com medo?

O silêncio.

O silêncio possui uma das maiores condições para uma música ser assustadora, a imprevisibilidade.  “O que vai acontecer? Porque está tudo tão quieto?”.

Além disso, o silêncio faz com que você perceba outros sons mais facilmente (portas rangendo, batidas, o vento, uns gritos estranhos vindos do quarto dos seus pais) e você, possivelmente, irá associar esses sons ao “perigo a espreita”, seu corpo consequentemente irá produzir adrenalina e seu coração irá bater mais forte, você ficara ainda mais atento, procurando por qualquer coisa que queira te matar e então irá gritar de susto quando algo pular em você. Só pra você logo depois descobrir que era só o gato.

Como diria Descartes, os sentidos são enganosos. Mas como diria eu, é melhor ouvi-los. Da próxima vez pode ser que não seja o gato.

Sugestão músical do dia;

When You’re Evil (Quand você é mal) do Voltaire.

“You prefer silence, then? As do I, my dear child. As do I. For is silence not the symphony of death, the orchestration of Sithis himself?” Lucien Lachance – Assassino ficticio.

About these ads
Esse post foi publicado em Lado Ç e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s